AMBIVALÊNCIA
Lançamentos
ANIZEUTON LEITE E MIRTES ALENCAR

O título da obra é bem atual e aparece na capa e contracapa, mas ele está implícito no fato da obra ter sido escrita por dois autores. Mirtes por certo não pensa como Anizeuton em muitos aspectos e vice-versa. Então, podemos dizer que a ambivalência permeia a obra como um todo, provocando reflexões e despertando consciências para a aceitação do novo, do diferente, do desigual. Porque embora diferentes em muitos aspectos, os autores compuseram uma mesma obra que além da beleza estética é, nos dias atuais, esclarecedora e necessária.